Museu Carlos Machado

Voltar

EVENTOS

Dia Internacional dos Monumentos e Sítios de 2017 - Percurso antropológico: Vereda do "Batizar"

Terça-Feira, Dia 18 de Abril de 2017

Sete Cidades - Vereda do Baltazar - Um Trilho Antropológico

O Museu Carlos Machado, integrando as Comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, este ano com o tema Património Cultural e Turismo Sustentável, propõe uma atividade baseada nos conceitos de Turismo Cultural e de Turismo de Natureza.

Assim, para o dia 18 de abril de 2017, a equipa do Património Cultural Imaterial do MCM organiza um passeio pedestre pela Vereda do Baltazar, nas Sete Cidades, um atalho que faz parte da memória coletiva desta comunidade como via de comunicação com as povoações limítrofes, localizado junto à primeira zona de fixação de habitantes no vale - de acordo com a história oral, o Cerrado das Freiras.

A obra Saudades da Terra, de Gaspar Frutuoso (1522-1591), refere-se a  Baltazar Vaz de Sousa, ribeiragrandense, proprietário de gado que o apascentava no interior do vale de Sete Cidades, assim como, ao corte de lenha de cedro nas margens da lagoa de Santiago, para casario de Ponta Delgada (1)  apontando estas notas históricas as primeiras provas de atividade humana no interior do vale, e criando a hipótese da Vereda do Baltazar como um dos primeiros acessos ao interior da cratera.

Hoje, neste lugar, podemos usufruir de uma paisagem sublime, protegida por diretivas regionais e nacionais, que constitui uma grande responsabilidade especialmente para as entidades responsáveis em matéria de Ambiente e de Ordenamento do Território. Pela via do turismo, este é um percurso a valorizar, considerando as suas características naturais e o seu simbolismo para a comunidade - que através dele se deslocava ao exterior da caldeira, encurtando caminho.

Trata-se de uma zona com interesse para a observação da fauna e flora local, valorizando as espécies endémicas e nativas da região, não deixando de referir o século XIX como período de experiências botânicas, que motivaram a introdução de novas espécies vegetais (destacando-se nas Sete Cidades o Jardim Pitoresco fruto da iniciativa de António Borges), tal como, as atividades socioeconómicas das lavadeiras e carvoeiros que exploraram ao longo de décadas os recursos naturais da zona.



1) FRUTUOSO, Gaspar (2005), Saudades da Terra – livro iv. ICPD, p.210

 

Governo dos Açores, Presidência do Governo, Direcção Regional da Cultura Direcção Regional da Cultura Museu Carlos Machado
MUSEU CARLOS MACHADO
Núcleo de Santa Bárbara
9500-105 Ponta Delgada
Tel. 296 20 29 30/31
Fax. 296 20 29 39
Email: museu.cmachado.info@azores.gov.pt
Símbolo de Acessibilidade na Web [D]

SÍTIO WEB OPTIMIZADO PARA:
800x600 e 1024x768
Internet Explorer 6.0 ou superior
Firefox 2.0 ou superior