Museu Carlos Machado

Voltar

EVENTOS

LIMBO

Sábado, Dia 6 de Julho de 2019 a Segunda-Feira, Dia 30 de Setembro de 2019

LIMBO

GONÇALO PRETO

Museu Carlos Machado - Núcleo de Santo André

 

Limbo surge de uma investigação em torno dos herbários históricos que integram o espólio do Museu Carlos Machado. O imaginário de fim de século que caracteriza a lógica arquivista e o ambiente destes locais serve de motor ao trabalho desenvolvido, que se alicerça numa reflexão sobre os momentos chave do estudo da Botânica e da expansão da História Natural.

No âmbito desta pesquisa, a exposição atenta ao campo da Sinecologia, analisando o comportamentos das comunidades biológicas, ou as relações entre os indivíduos que integram diferentes espécies e o meio em que estas vivem. Baseada na hierarquia sociológica das plantas e no conhecimento da Taxonomia de Lineu, a intervenção problematiza o conceito de endémico, traduzido na composição de um objeto artístico que ensaia uma outra relação entre os elementos.

A intervenção cruza a pesquisa científica com a expressão dos princípios inerentes à pintura, operando sobre uma lógica de estratos que informam o universo do artista. O objeto constrói um ambiente onde se ensaia a recriação de uma paisagem, em que as imagens são reproduções de ilustrações científicas e surgem numa sequência que respeita a importância das espécies e a harmonia do conjunto. Por outro lado, a inserção de animais taxidermizados introduz volume, cor e textura à composição, perturbando o rigor de uma leitura esquemática. A interação com um cuidado sistema de iluminação, que projeta a sombra e a dimensão das figuras, expande a composição para um campo espacial, de valor cenográfico.

A intervenção parte de uma atenção cuidada sobre a subtileza e a fragilidade de cada elemento mas, no conjunto, trabalha uma sobreposição de ordens que, simultaneamente, cumprem e subvertem a linearidade de um sistema de classificação. Trabalhando sobre a expressão que os elementos readquirem, a criação desta nova paisagem, manipulada, constrói uma ambiência que indaga a linearidade do pensamento científico e o seu sistema de classificação. Limbo reporta-se, assim, ao espaço que existe entre a exuberância da existência e a racionalização científica. Espaço que o campo artístico aborda, expande e especula.

Governo dos Açores, Presidência do Governo, Direcção Regional da Cultura Direcção Regional da Cultura Museu Carlos Machado
MUSEU CARLOS MACHADO
Núcleo de Santa Bárbara
9500-105 Ponta Delgada
Tel. 296 20 29 30/31
Fax. 296 20 29 39
Email: museu.cmachado.info@azores.gov.pt
Símbolo de Acessibilidade na Web [D]

SÍTIO WEB OPTIMIZADO PARA:
800x600 e 1024x768
Internet Explorer 6.0 ou superior
Firefox 2.0 ou superior